fbpx

Como ganhar dinheiro ao abrir um negócio em momentos de crise

Como ganhar dinheiro empreendendo na crise

Se você está desempregado ou pensando em abrir um negócio já deve ter feito essa pergunta: como ganhar dinheiro empreendendo?

Vamos falar sobre isso, mas antes, se liga nessas estatísticas.

É que de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) quase 14 milhões de pessoas estão desempregadas no Brasil.

Isso é mais do que toda a população da Bélgica!

A mesma pesquisa constatou um crescimento do trabalho informal com mais de 2 milhões de pessoas, comparando ao mesmo período do ano passado. Não é nada fácil montar uma empresa para driblar a crise.

Veja só esse dado recente da Organização Internacional do Trabalho (OIT):

Os empregos informais já representam mais de 60% das vagas em todo o mundo!

O alto índice de desemprego e o crescimento do trabalho informal indicam que a população está procurando alternativas para superar a crise.

E abrir um negócio enquanto não consegue se recolocar no mercado tem sido uma das principais saídas para muita gente.

Um estudo da Serasa Experian reforça ainda mais esta tendência.

210.135 novas empresas abertas somente no primeiro mês de 2018

Desse total, quase 90%, ou seja, 180.146 empresas são microempreendedores individuais (MEIs). Um recorde de MEIs desde o início da pesquisa em 2010.

A dificuldade de reinserção no mercado de trabalho formal tem levado inúmeros brasileiros a apostarem no empreendedorismo.

Mas quase sempre todo o processo é bastante truncado.

O empreendedor não sabe ao certo qual é a melhor oportunidade para transformar em negócio e sequer planeja a abertura da empresa.

Se você quer saber como ganhar dinheiro ao abrir um negócio fique atento a esses passos:

1. Em busca do seu perfil empreendedor

Antes de sair atrás de um CNPJ ou alugar uma sala comercial, foque em você!

Faça uma lista de habilidades, vocações, competências e áreas de atuação que têm preferência. Coloque tudo no papel e visualize você desempenhando as funções para aquela atividade.

Você se enxerga nela?

É o que você busca?

Aquilo te motiva?

Fazer o que gosta já é um desafio, imagine investir todos os seus recursos em uma tarefa que você não tem aptidão ou vai se tornar um fardo em sua rotina. Seja prático e visual antes de tomar essa decisão!

2. Descobrindo suas intenções profissionais

Depois de pesquisar e compreender melhor o seu perfil empreendedor, parta para as suas pretensões em relação ao negócio.

Faça uma investigação baseada em dados e objetivos.

Nesse momento utilizar ferramentas visuais auxiliam (e muito) a identificar, observar e refletir sobre possíveis cenários.

3. Planejamento antes de tudo começar

Para organizar melhor suas ideias e facilitar essa escolha, aconselho a utilização de um modelo usado por empresas no mundo todo para a validação de negócios. Estou falando do Business Model Canvas (BMC).

Se você está ensaiando abrir uma empresa já deve ter ouvido esse termo em rodas de conversas ou pesquisas no Google.

Mas, afinal, o que é o canvas?!

É um recurso para gestão estratégica que permite criar, mapear e detalhar um modelo de negócio. O BMC nada mais é que uma página (uma folha A4) com quadros (ou quadrantes) que servem para descrever as principais informações de uma empresa.

Através de perguntas-chave você consegue identificar com mais eficiência, rapidez e objetividade:

  • O que o seu público procura
  • Quanto os seus clientes desejam pagar pelo seu produto ou serviço
  • Onde você vai encontrar recursos para viabilizar o seu negócio
  • Quem serão os seus parceiros ou fornecedores
  • Como você pode agregar valor (ter um diferencial competitivo)
  • Entre outras informações estratégicas!

Qualquer um pode usar o Canvas antes de abrir uma empresa, lançar um produto ou projeto. É uma ferramenta gratuita. Que tal baixar o seu Canvas agora?

Download do Canvas

4. Compartilhe suas ideias com quem já passou por isso

Se o seu objetivo é investir tudo o que tem em um negócio para ganhar dinheiro, você não precisa (e nem deve) tomar todas as decisões sozinho.

Nesse momento compartilhe os resultados disso tudo com alguém que tenha os pés no chão, mas que já arriscou e passou por isso.

Supere a barreira do medo de contar suas ideias para os outros. Você tem muito mais a perder ao guardar tudo isso quando se aventurar como empreendedor.

Escolha alguém com experiência e vivência suficientes para te ajudar a:

  • Calcular os principais riscos
  • Identificar potencialidades e fragilidades do empreendimento
  • Analisar os possíveis cenários
  • Formular hipóteses para solucionar dúvidas e problemas

Entender bem o processo permite analisar melhor o tempo, os recursos e as tecnologias essenciais para desenvolver a sua empresa.

Não tenho dúvidas de que com todas essas informações reunidas você vai tomar decisões com mais segurança. Aí é só transformar suas ideias em ações para criar seu próprio negócio com menos riscos e mais possibilidades de sucesso!

Quer mais dicas sobre como ganhar dinheiro abrindo uma empresa?

Então me siga no Instagram!

Lá também compartilho muito conteúdo prático que vai ajudar o seu negócio a faturar mais 😉

Dicas Empreendedorismo Trabalho

Deixe o seu comentário